PERLITA EXPANDIDA: O QUE É E COMO É USADA NA JARDINAGEM

Cada vez mais comum na composição de substratos especiais para cultivo de plantas, a perlita é um substituto da areia, porém mais eficaz. Com ela se melhora as características físicas das misturas, oferecendo resistência à compactação, suficiente infiltração para drenar as chuvas e maior habilidade para resistir às secas.

A perlita é um mineral de origem vulcânica, que faz parte do grupo da sílica. Ela tem a consistência dura e resistente, porém quando passa por um processo térmico sob altas temperaturas, entre 850 e 900 graus celsius, suas partículas se expandem resultando em um produto leve, com aparência de pequenas esferas de isopor se transformando na PERLITA EXPANDIDA.

 

POR QUE A PERLITA?

– Como um material inerte, assim é livre de qualquer contaminante, fungos, insetos ou outras sementes que podem prejudicar o plantio;

– Ela é leve e absorve água apenas em sua superfície, contribuindo para as raízes tenham suporte necessário de água e oxigênio;

– Essa umidade presente na perlita vai sendo liberada à medida que o substrato seca;

– Seus poros garantem uma ótima aeração ao solo, favorecendo o crescimento das raízes;

– A perlita é perfeita para plantas que não necessitam tanto de água, como cactos e suculentas ou plantas que precisam de solo bem drenado; 

– Ela é um mineral natural, não possui nenhum tratamento químico ou aditivos e pode ser reutilizada.

 

COMO USAR?

– Ela pode ser usada em misturas de solo para melhorar a aeração mantendo o solo solto, com boa drenagem e diminuindo a compactação;

– É um ótimo substrato para sementes. Ela é isolante térmico, o que é muito bom para sementes recém-plantadas. Uma vez que deixa a temperatura do solo agradável para a germinação;

– Aplicação de perlita fina em cima do substrato evita o ataque de fungos, já que, depois da irrigação, mantém a superfície seca, por conseguinte o caule;

– Ela pode ser usada em misturas de solo para melhorar a aeração mantendo o solo solto, com boa drenagem e diminuindo a compactação;

– É um ótimo substrato para sementes. Ela é isolante térmico, o que é muito bom para sementes recém-plantadas. Uma vez que deixa a temperatura do solo agradável para a germinação;

– Aplicação de perlita fina em cima do substrato evita o ataque de fungos, já que, depois da irrigação, mantém a superfície seca, por conseguinte o caule.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *